Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

O término de um relacionamento pode ser, por muitas vezes, doloroso, triste e possivelmente com mágoas em relação ao outro. Apesar do sofrimento, especialistas afirmam que essa é uma sensação necessária, ajudando na adaptação de novos desafios e sair da zona de conforto.  

A psicóloga Silvia Vasconcelos afirma que um dos principais impactos que o término de um relacionamento pode causar é o trauma, dependendo da forma como ocorreu o rompimento. “O histórico dos relacionamentos podem instalar traumas e podem fazer com que você tenha dificuldade de se relacionar. Nesse sentido é preciso você procurar a ajuda de um profissional para ver o que aconteceu nesse histórico padrão de repetição, ancestralidade ou relação familiar que você pode estar no movimento repetido. Nesse movimento repetido fatalmente você se afasta do que você quer, por isso que a psicoterapia ajuda nesse modelo pra você entender realmente de fato o que você deseja no momento da sua vida”, afirmou.

A profissional recomenda o diálogo, principalmente nesse momento difícil do término. “É preciso que esse momento seja conversado porque todo bom relacionamento também tem que ser preservado também nessa final. Ao longo do tempo, você que vai explicando para o outro sem deixar a pessoa na rejeição. É preciso realmente ter um posicionamento maduro usando uma inteligência emocional, sem irritabilidade. Lembrando que você vai ficar chateado, você vai ficar com raiva, porque ninguém entra em um relacionamento para terminar. Mas quanto mais claro você for e se posicionar, você disser realmente o que está acontecendo, isso é funcional”, revelou Silvia.

O caminho para superação de um relacionamento deve ser a partir do autoconhecimento, segundo a psicóloga. “Dessa forma você consegue restabelecer e superar a situação. Você só supera qualquer situação da sua  quando você se conhece. Você supera qualquer situação na sua vida quando você realmente sabe o que te atende, quais são as suas necessidades e os seus valores. Por isso que é importante se conhecer, investir num processo psicoterápico porque cuidar da mente é cuidar do seu sucesso profissional, é cuidar do seu sucesso no seu relacionamento amoroso e é uma prova de amor de você para você mesmo”, declarou.  

O acompanhamento de um especialista deve ser feito a partir do momento que a pessoa percebe que não consegue mais se relacionar e não confia mais no outro.  “Eu sempre digo que a psicoterapia deve ser procurada na sua vida sempre, porque você só vai ser feliz no amor quando você souber quem você é de verdade e parar de uma vez por todas de ficar buscando a felicidade no outro. O outro não tem responsabilidade nenhuma de te fazer feliz. Você que precisa saber o que você quer, ver se esse parceiro realmente te atende nas tuas necessidades, e aí sim você chegar num princípio e num desejo do que realmente vai te realizar”, concluiu.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio