Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Deixar a pele com uma cor dourada no verão é o sonho de muita gente. Mas para não descascar ou correr o risco de aparecerem manchas ou doenças como o câncer de pele, é preciso tomar alguns cuidados na hora de se expor ao sol. Usar protetor solar e investir em uma alimentação balanceada e colorida são indispensáveis para manter o bronzeado bonito.

Alimentos ricos em betacaroteno são essenciais para ajudar na produção de melanina, pigmento responsável pelo tom da pele, encontrado em algumas frutas e legumes. Durante o consumo, o betacaroteno é convertido em vitamina A (retinol) e pode até agir como um antioxidante. “O betacaroteno está presente em frutas, legumes e verduras de coloração amarela, alaranjada e verde-escura, como manga, cenoura, laranja, brócolis, couve, rúcula e outros. A melhor forma de consumir esses alimentos e com sucos refrescantes”, ressalta a nutricionista Marina Milhomem. 

Quem quer um bronzeado saudável e natural deve usar protetor solar com FPS alto, aplicado em todo o corpo. É sugerido que se evite horários de exposição ao sol entre às 11h da manhã e 15h da tarde, período em que ocorre maior emissão de raios ultravioletas, conhecidos por causar o câncer de pele.

Além disso, para não comprometer a saúde, é preciso ficar atento também com a hidratação durante o calor. “Além das máscaras, álcool em gel e evitar aglomerações, existe uma atenção especial com a higienização dos alimentos para combater a contaminação pela Covid-19”, explica. 

Segundo a nutricionista, com a flexibilização das medidas de restrição no controle do novo coronavírus, as praias voltam a ser o local preferido de muitas pessoas em busca de lazer. “Além do cuidado com a higiene dos alimentos, é importante manter atenção a com a hidratação, dando preferência aos alimentos leves e in natura. Esse hábito se torna essencial para garantir uma alimentação balanceada e nutritiva durante o verão”, ressalta. 

Dicas de alimentação durante o verão 

  • Quais alimentos evitar? 

    Evite alimentos não refrigerados, especialmente na praia, principalmente por ficarem muito tempo fora do ambiente de refrigeração como queijos, camarão e sanduíches. Modere o consumo da bebida alcoólica, pois além de serem ricas em calorias, possuem efeito diurético, comprometendo assim a hidratação e são pobres em valor nutritivo. 
  • Qual o melhor alimento para consumir na praia? 

    As frutas cítricas e tropicais, chás gelados, água de coco e sucos naturais produzidos em casa, de preferência sem açúcar são as melhores opções. Sanduíches naturais com pão de forma integral ou pão sírio integral, barra de cereal caseiras e cookies integrais também são boas opções. 
  • E para as crianças, quais os alimentos mais indicados? 

    No caso das crianças o importante é garantir que as crianças consumam alimentos leves e nutritivos com cardápios saudáveis. Entre as opções estão as frutas ou doces a base de frutas, sorvetes de fruta no palito, salada de frutas, gelatinas e vitaminas de frutas. 
  • Quais as carnes mais indicadas? 

    Carnes brancas e cortes de carne bovina magra, grelhados, cozidos e assados são as mais indicadas. Evite frituras, que não combinam com o clima quente do verão e são extremamente calóricas. 

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio