Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

O primeiro dia da II Conferência Norte-Nordeste de Gestão em Saúde, realizada na Estação das Docas, em Belém (PA), debateu a jornada digital em saúde no contexto pós-pandemia, as oportunidades na área da saúde, a mudança na sustentabilidade de remuneração com a pandemia e a liderança em tempos de crise. 

“Nós, gestores, fomos obrigados a nos adaptar para dar um jeito e resolver os problemas durante a pandemia. E o evento é realizado com o objetivo de unir setor público e privado e debater. Também precisamos de líderes dentro dos hospitais e precisamos promover saúde”, destacou o presidente da comissão executiva da conferência, Dr. Sipriano Ferraz. 

O governador em exercício, presidente da Alepa e deputado estadual, Chicão, esteve presente no evento e destacou a importância para o desenvolvimento da região para a saúde e o turismo.

“Torcer para que nos próximos anos tenhamos eventos como este. E como é importante a gente receber pessoas na nossa capital. Elas possuem a oportunidade de conhecer a essência do Pará”, afirmou.

Na plenária “Liderança em tempos de crise: aprendizado e perspectivas”, o Dr. Francisco Balestrin, presidente do SindHosp e CBEXs, destacou que a pandemia mostrou a interdependência.

“Nós que tínhamos subido tanto tivemos que aterrizar para tecnologias do início do século XX quando tivemos a pandemia da gripe espanhola. O líder precisa se apresentar como solidário, que tenha empatia e misericórdia. A crise também mostrou a interdependência, porque notamos que somos dependente um dos outros. O serviço público do serviço privado e vice-versa”, afirmou.

Já a presidente executiva do grupo Sabin, Dra. Lídia Abdalla, falou sobre o que um líder precisa ter.

“Nunca a nossa liderança foi tão colocada em prova. Líder deve ser inspirador e mostrar o caminho. Precisamos ter resiliência para encontrar caminhos. Nós vivemos isso na pandemia. Quantas decisões tomamos 6 da tarde e quatro da manhã mudava? Liderança é independente de cargo. E vimos isso muito forte durante a pandemia”, afirmou.

A Conferência termina nesta sexta-feira, 27, e vai tratar ainda da tecnologia e cenários pós-pandemia, dos impactos da pandemia na indústria da saúde, o papel decisivo das políticas públicas implementadas no processo de enfrentamento da covid-19. 

O evento começa às 9 horas e vai até 18 horas, no teatro Maria Sylvia Nunes, localizado na Estação das Docas, em Belém

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio