Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

De acordo com dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil é um dos países que mais consome carne e ocupa o 5º lugar no ranking mundial, com um consumo médio de 78 kg por pessoa ao ano. Uma pesquisa inédita feita pelo Ibope e encomendada pelo Good Food Institute Brasil revelou que o consumo de carne por brasileiros caiu para 47% em 2020.  

Por outro lado, com o passar dos anos, muitas condições alimentares foram surgindo. Dietas adaptadas e novos métodos de culinárias passaram a ser mais usados, além práticas alimentares como o vegetarianismo e veganismo, que tem ganhado cada vez mais números de seguidores no mundo.  

Muitas pessoas passaram a optar pelo vegetarianismo e veganismo para defender causas naturais e animais, além de adotar um estilo de vida mais saudável e sustentável.  

A nutricionista Yamila Alves elenca as principais diferenças entre o veganismo e vegetarianismo. 

“O veganismo se difere do vegetarianismo principalmente pelo tipo de consumo. O vegetariano estrito tem foco alimentar, ou seja, ele não consome produtos de origem animal. Já o veganismo, o propósito ultrapassam somente o consumo alimentar, também evita o consumo de vestimenta e cosméticos que, por exemplo, estão ligados a crueldade com animais, entre outros consumos”, explica.  

Yamila elenca alguns impactos que o veganismo e o vegetarianismo podem trazer à uma pessoa. “Alguns estudos comprovam que o vegetariano e o vegano, por ter um consumo reduzido de gordura saturada e um aumento no consumo de fibras alimentares apresenta melhoras na função cardiovascular. Porém, deve-se ter cuidado com os níveis de vitamina B12 e ferro que estão bem mais frequentes nos produtos animais, o que muitas das vezes leva à necessidade de suplementação nesses indivíduos”, enfatiza Yamila.  

A especialista explica como pode ser feito o processo para uma pessoa que deseja fazer parte de algumas dessas práticas, além da importância de procurar um profissional para a orientação adequada. “É importante que o indivíduo que tenha interesse em se tornar vegetariano ou vegano, procure ser orientado por um nutricionista para fazer substituições inteligentes e não prejudicar a saúde. E se possível fazer um acompanhamento com exames bioquímicos para verificação de possíveis carências de micronutrientes. Alguns pacientes são orientados a iniciar uma dieta ovolactovegetariana, pois contém ovos, leites e derivados e gradativamente ir retirando todos os produtos animais”, finaliza. 

Receita Especial

Cookie de chocolate

Ingredientes
1 col. de sopa de pasta de amendoim
2 col. de sopa de farinha de coco
3 col. de sopa de flocos de aveia
2 col. de sopa de cacau em pó
1 col. de chá de essência de baunilha 1/2 col. de café de fermento
1 col. de sopa de melado
2 col. de sopa de açúcar mascavo (ou açúcar de coco)
1 col. de sopa de óleo de coco
2 col. de sopa de chocolate picado


Modo de Preparo

01 – Preaquecer o forno a 180 graus.
02 – Em uma tigela, misturar todos os ingredientes secos. Adicionar a essência de baunilha, melado, pasta de amendoim e óleo de coco derretido até virar uma massa homogênea.
03 – Picar o chocolate e adicionar à massa. Gelar por 20 minutos.
04 – Depois dos 20 minutos, criar 5 porções médias ou em cookies menores e assar de 12 a 15 minutos. Servir quente ou frio.
Rendimento: 5 unidades médias.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio