Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

A reeducação alimentar vai além de uma simples dieta ou restrições de alimentos. Esse processo consiste na adoção de hábitos alimentares saudáveis de acordo com a necessidade de cada pessoa para proporcionar mais saúde e qualidade de vida, porém, deve ser orientada por um especialista.  

Um planejamento de vida saudável é gradativo e deve ser acompanhado por um profissional. A nutricionista Paula Aires explica os primeiros passos para o processo de reeducação alimentar.  

“Procurar um profissional da área para orientar, ter paciência com o processo, não deixar para amanhã, beber muita água, ter sempre um alimento saudável à disposição, planejar as refeições, fazer trocas inteligentes, incluir atividade física”, destaca.  

O processo de reeducar a alimentação pode trazer benefícios e prevenir doenças como a obesidade, que segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo todo. “Longevidade. Viver mais, principalmente viver melhor e de forma saudável. Evita doenças, a obesidade e compulsão alimentar, mais disposição além de nutrir o corpo de forma saudável”, afirma a especialista.  

Paula finaliza falando sobre os principais desafios da reeducação alimentar, dando dicas para manter o processo, que inclui uma rotina baseada em hábitos saudáveis. “Não é fácil superar os desafios da reeducação alimentar, pois tudo a gente quer descontar na comida. Então, saber que você vai precisar excluir ou diminuir alguns alimentos da sua rotina e lidar com a falta de motivação porque nem todo tempo você vai estar disposto. Tentar incluir uma nova rotina saudável no seu dia a dia. Ter sempre em mente os benefícios pra saúde e pra vida de se ter uma reeducação alimentar”, destaca. 

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio

Anúncio

INSTITUCIONAL

O Front Saúde

Bem-vindo à Revista Digital Front Saúde! Aqui você encontra as melhores notícias na área da saúde.

E se você soubesse de algo que pudesse salvar a vida de alguém que você ama?