Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

A higiene bucal do animal de estimação é uma das principais medidas de prevenção para evitar problemas mais graves na saúde dos pets. As bactérias presentes nas bocas de cães e gatos podem provocar doenças se não forem removidas. É o que explica a médica veterinária Andressa Leitão.

“O acúmulo de restos de alimentos facilita a proliferação de bactérias entre os dentes causando o surgimento de placas bacterianas, além de causar halitose (mau hálito), inflamações e infecções na gengiva, como a gengivite e ainda o cálculo dentário (tártaro) levando ao afrouxamento e perda dos dentes e em casos mais graves, a endocardite bacteriana que afeta o coração”, detalha.

Segundo a especialista, o correto é escovar diariamente, mas, se for complicado, ao menos 3x na semana.

“A escovação dos dentes deve ser feita em ambas as espécies, cães e gatos. A frequência ideal seria diariamente, no entanto, quando efetuada 3x por semana no mínimo, garante bons resultados na limpeza dos dentes”, acrescenta Andressa Leitão.

Um detalhe importante é que o tratamento dentário dos pets deveria iniciar ainda quando filhote, conforme explica a médica veterinária.

“Ainda que os ‘dentes de leite’ não sejam definitivos, é importante acostumar o animal desde filhote ao processo de escovação. Alguns produtos, como os cremes dentais de uso veterinário possuem sabores agradáveis aos pets e as escovas como as dedeiras, que se encaixam no dedo do tutor, podem facilitar os primeiros contatos no manuseio da região da boca para efetuar a limpeza dos dentes”, afirma.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio