Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

O ato de brincar não se trata apenas de diversão, mas também é uma etapa fundamental para o desenvolvimento das crianças. As brincadeiras e relações entre as crianças estão relacionadas com o crescimento saudável delas. Coordenação motora e criatividade estão entre os principais benefícios. Por respeito, direitos e valores às crianças, o Dia das Crianças é celebrado nesta terça-feira, 12. 

A pediatra Bianca Negrão revela a importância da promoção à brincadeira para as crianças. “Os benefícios são inúmeros. O ato de brincar é importantíssimo para o desenvolvimento neurológico, muscular, cognitivo e psicológico de bebês e crianças, é algo indispensável nessa fase da vida. A aquisição dos marcos, motricidade, intelectualidade, criatividade, socialização, cognição, coordenação motora grossa, como correr, pular e a coordenação fina, que poderá permitir o desenvolvimento do intelecto, muita coisa está envolvida nesse simples ato”, elenca. 

A proprietária do espaço de livre brincar Mamãe Full Time, Thais Torres, explica como surgiu a ideia de construção desse espaço. “A procura muito grande desses pais por mais momentos como esses, fora da colônia de férias para que esses momentos brincadeira planejada pudesse ocorrer não só nas férias, mas nos outros meses do ano foi que a gente começou a despertar para esse interesse e a procurar um espaço físico onde tivesse mais contato com a natureza e que eles se sentissem livres como eles se sentem em casa”. 

A especialista ressalta que a interação entre crianças é importante para a fase de crescimento. “As noções de sociedade e valores são ensinadas por meio das interações entre as crianças, assim é possível aprender sobre respeito, noções de regras e funcionamento dos limites do outro, aprender a lidar com vitória e derrota, aprender a dividir”, pontua.  

O Mamãe Full Time conta com profissionais especialistas em educação que contribuem para o desenvolvimento das crianças por meio de um planejamento pedagógico.  “Nós temos adultos que estão envolvidos com essa criança nas relações dessa criança e envolvidos nessa brincadeira. são profissionais da educação que preparam ambientes favoráveis para que a criança possa explorar livremente, além desses ambientes em que eles vão despertar na criança o interesse dela investigar o ambiente e investigar essa brincadeira, eles também prestaram e se brincar eles trazem atividades lúdico-pedagógicas”, destaca. 

As brincadeiras podem contribuir para o desenvolvimento cognitivo dos pequenos diz a especialista. “Na primeira infância as brincadeiras tem grande função cognitiva, além das já citadas, também ocorre o desenvolvimento da criatividade, imaginação, desenvolvimento do raciocínio lógico, além de muitas outras que poderão ser decisivas para o desenvolvimento cognitivo dos bebês e crianças: Brincadeira é coisa séria”. 

Thais conta que são vários os benefícios das crianças que participam do lugar, além destacar a importância da interação dos pequenos com a natureza. “Os benefícios são inúmeros não só para criança, mas para sua família como um todo. A natureza e o brincar são instrumentos que mais respeitam a infância de uma criança. A natureza propicia uma gama de oportunidades para a criança se desenvolver de uma maneira segura, de uma maneira respeitosa, de maneira livre”, afirma.  

Por fim, a gestora relaciona a importância do espaço não apenas para a criança, mas também para a família. “É um espaço importante porque ele desenvolve a criança de uma maneira plena, completa, sem que a gente esteja buscando o seu desempenho. Eles envolvem de maneira natural. Como ele é preparado, e olhado pelos olhos de uma criança, é um espaço respeitoso e o desenvolvimento saudável é o desenvolvimento respeitoso. A gente não pula etapas, a gente não ultrapassa os limites de uma criança, a gente não antecipa nenhuma fase de uma criança, então por isso é importante. Ela vai desenvolvendo de acordo com cada faixa etária e necessidade daquela criança e daquela família. Dessa forma, a família ver a criança com o bem-estar físico, emocional, social, cognitivo. Essa família também começa a se estruturar de maneira saudável”, conclui.  

Foto: Arquivo Mamãe Full Time

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio