Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

A variante Delta do novo coronavírus está se espalhando mais rápido do que a variante Gama, que surgiu primeiramente em Manaus os primeiros meses de contaminação.


Dados da Rede Genômica Fiocruz apontam que a proliferação da Delta multiplicou sua fração por nove do segundo para o terceiro mês, de 2,3% para 21,5% entre junho e julho, em um momento de declínio da pandemia. Enquanto isso, a Gama dobrou sua atividade no mesmo espaço de tempo, de 11,5% para 23,6% dos casos entre janeiro e dezembro, quando a pandemia crescia 14% no Brasil.


Ainda é cedo para afirmar a precisão dos números, por não produzir um grande volume de sequenciamentos genéticos de amostras coletadas em julho. Porém, duas diferenças de contexto em relação à disseminação de Gama e Delta geram preocupação.


Quando a Gama começou a proliferar no Brasil, a população ainda não estava vacinada, diferente da Delta que tem seu pico de contágio com cerca de 40% de vacinados. A Delta parece avançar no número absoluto dos casos, e não apenas nos ocorridos no país.


A boa notícia é que a maioria das vacinas são eficazes na proteção para doentes graves e morte e a taxa de letalidade da Delta. Atualmente, os casos correspondem cerca de 5% dos óbitos, de acordo com o Ministério da Saúde, registrando 570 casos da variante Delta na última terça-feira (10).

Fonte: Veja

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio

Anúncio

INSTITUCIONAL

O Front Saúde

Bem-vindo à Revista Digital Front Saúde! Aqui você encontra as melhores notícias na área da saúde.

E se você soubesse de algo que pudesse salvar a vida de alguém que você ama?