Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

No final de maio, o Ministério da Saúde aprovou uma orientação que permite que municípios vacinem por idade, em ordem decrescente. Com isso, cidades com pouca ou nenhuma demanda por vacinação dos grupos vulneráveis deram início a vacinação e avançaram com o cronograma. Como critério, essas cidades, têm de garantir um percentual para a continuidade do atendimento às demais prioridades incluídas no Programa Nacional de Imunização (PNI).

Segundo uma pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) que avaliou 3.129 cidades, a imunização por idade, de pessoas abaixo de 60 anos sem comorbidades, teve início em 53% dos municípios brasileiros. Os números mostram que, apesar da decisão ter sido pactuada entre a pasta da Saúde e os gestores estaduais e municipais, o ritmo de vacinação em cada uma das 5.570 cidades o país varia.

O Maranhão saiu na frente e a capital, São Luiz, é a primeira do país a imunizar pessoas abaixo dos 30 anos, sem comorbidades. Pará e Rio Grande do Sul a expectativa é que até o final de setembro 100% da população acima de 18 anos esteja vacinada. Rio de Janeiro e São Paulo, a expectativa é de vacinar o público acima de 18 anos até outubro. Em ritmo mais lento, o Distrito Federal que avançou 10 anos na semana passada, incluindo no cronograma pessoas a partir de 50 anos.

Faixa etária de vacinação em capitais *:

SUL

  • Porto Alegre – 55
  • Florianópolis – 52
  • Curitiba – 56

CENTRO-OESTE

  • Campo Grande – 50
  • Cuiabá – 55
  • Goiânia – 52
  • Brasília – 58

SUDESTE

  • São Paulo – 60
  • Vitória – 45
  • Belo Horizonte – 56
  • Rio de Janeiro – 54

NORDESTE

  • Salvador – 51
  • Aracaju – 55
  • Maceió – 52
  • Recife – 43
  • João Pessoa – 50
  • Natal – 57
  • Fortaleza – 56
  • São Luís – 33
  • Teresina – 55

NORTE

  • Belém – 57
  • Macapá – 50
  • Manaus – 52
  • Porto Velho – 60
  • Rio Branco – 60
  • Palmas – 60
  • Boa Vista – 60

* Dados de referência: sábado, 12 de junho, de acordo com informações fornecidas pelas prefeituras

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio