Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Com uma visão inovadora que promete movimentar o setor da saúde no Brasil, a empresária Patriciana Rodrigues, presidente do conselho da rede de farmácias Pague Menos, disse em entrevista à revista Exame Invest, que na visão da empresa, as farmácias devem ser um “hub de saúde”, atendendo clientes que não têm cobertura de planos médicos, mas não querem utilizar o SUS.

“Temos um universo grande de clientes que não são cobertos por planos de saúde e nem estão dispostos a usar SUS. É um público desassistido, que quer ter acesso a serviços que podem ajudar a melhorar a qualidade de vida”, disse.

Algumas lojas da rede já oferecem, além do atendimento farmacêutico, exames e consultas médicas. “Temos atendimento específico para quem quer ajuda para perder peso ou parar de fumar, por exemplo. Conseguimos oferecer esses serviços com uma proposta de preço mais atrativa, para que o cliente tenha um olhar diferente para a saúde”, explica.

O grupo também resgata o protagonismo do farmacêutico, desmistificando a ideia de farmácia apenas como uma simples dispensadora de receitas. “Na Pague Menos, acreditamos que as lojas devem ser um hub de saúde. O farmacêutico pode ser um protagonista, como eram os farmacêuticos de antigamente, que acabavam sendo uma espécie de médico da família. É possível desafogar o sistema público de saúde com pequenos cuidados”, observa.

Investimentos

Sobre o investimento da General Atlantic, em 2016, Patriciana disse que foi ali que começou a ser construído a base para o IPO da companhia, realizado no ano passado, e pavimentou o caminho para expansão por meio de aquisições.

“Cem dias antes de estrearmos na bolsa, fui convidada a assumir o posto de presidente do conselho. Depois veio o IPO, que corroborou nossa visão de que a Pague Menos precisava buscar o mercado para se perpetuar e alcançar o patamar de outras empresas da bolsa. Meses depois, fizemos aquisição da Extrafarma, que acelerou um pouco as etapas do plano de expansão. Nosso planejamento continua tanto de crescimento orgânico, quanto inorgânico. Se vamos adquirir outras empresas, vai depender da estratégia”, sinaliza.

Sobre a liderança do grupo nos próximos anos, Patriciana diz que a ideia é preparar a terceira geração da família. “Temos pessoas da primeira e da segunda geração da família no conselho, e queremos preparar a terceira geração para também participar das decisões na Pague Menos. Construímos um projeto para a condução desses herdeiros e decidimos que eles só chegarão à empresa quando tiverem formação e experiência suficiente para assumir posições de liderança”, finalizou.

*Com informações Exame Invest

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio

Anúncio

INSTITUCIONAL

O Front Saúde

Bem-vindo à Revista Digital Front Saúde! Aqui você encontra as melhores notícias na área da saúde.

E se você soubesse de algo que pudesse salvar a vida de alguém que você ama?