Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Com a rotina cada vez mais intensa, muitas vezes esquecemos a importância de uma respiração controlada. 

Mas o segredo para um corpo saudável, mente sã e pele ainda mais clean pode estar relacionado com o simples fato de criar a respiração consciente que se tornou uma das maiores tendências de bem estar do momento.

O padrão da respiração altera ao longo do dia, alterando durante as nossas atividades e emoções. Quando estamos relaxados respiramos cerca de 12 a 15 minutos por minuto, e captamos assim um maior volume de ar para os pulmões.

Por sua vez, a respiração acelerada está relacionada ao stress, transtorno de ansiedade e depressão, e ao mal estar seguido de outros sintomas. Por isso, os especialistas recomendam: Respirar melhor tem o poder de prevenir doenças.

Para começar, exercícios diários de respiração são o primeiro passo, para quem deseja essa mudança na qualidade de vida. A especialista Adelaide Leão explica que a consciência respiratória é um processo que nos ajuda a nos preparamos melhor para viver neste mundo, quebrar paradigmas e nos adaptar “Eu já passei por crises de ansiedade e quando comecei a estudar e a pesquisar sobre o assunto percebi que quando comecei a respirar melhor as técnicas de respiração começaram a fazer sentido, eu não sabia que podia ir tão longe conquistar uma sensação tão boa de bem estar”afirmou.

Adelaide diz ainda que aprender a respirar melhor também melhora o condicionamento do sistema cardio respiratório além de melhorar o processo de expansão do pulmão, através das trocas gasosas que acontecem no processo respiratório. Em tempos de pandemia em que as pessoas morrem por sufocamento a atividade é uma grande aliada. Toda técnica ensinada aos alunos é baseada em um estudo feito com aprendizado na cultura do oriente “No meu trabalho não existe uma média específica. Trabalho com uma técnica que possui a sua principal base na cultura oriental, e tudo é muito individual e fenomenológico. No ocidente somos condicionados a estabelecer padrões, regras e a sistematizar o conhecimento para fazê-lo caber no nosso entendimento. No oriente é muito mais vivência e disponibilidade, e quanto mais a pessoa estiver aberta a se conhecer e a acessar o seu próprio corpo através da respiração, mais fácil fica, e isso dura geralmente 14 dias”, conclui.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio