Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

A limpeza do ouvido é essencial para manter uma boa saúde e escutar melhor. No entanto, especialistas afirmam que a higienização excessiva pode trazer problemas para a audição.

O primeiro relatório Relatório Mundial sobre Audição da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado em março do ano passado revelou que quase 2,5 bilhões de pessoas em todo mundo viverão com algum grau de perda auditiva até 2050.

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), atualmente, mais de 1,5 bilhão de pessoas têm algum grau de perda auditiva, sendo que a estimativa é de 430 milhões incluídas no quadro grave ou moderado.

De acordo com a otorrinolaringologista Erika Sampaio, é importante ter cuidado e saber a maneira correta de utilizar o cotonete quando se trata da higienização do ouvido. “O hábito de limpeza dos ouvidos com cotonete pode empurrar e causar desde pequenas perdas auditivas, até mesmo lesões internas e perdas auditivas irreversíveis porque nós temos por exemplo relatos de pessoas que sofrem, muitas vezes, acidente com o uso do cotonete provocando até perfuração timpânica”, pontuou.

Além disso, a médica explicou o porque de muitas pessoas gostarem da sensação quando estão limpando o ouvido. “O canal auditivo externo ele possui uma inervação sensitiva que leva o estímulo diretamente pro cérebro. Então, por exemplo, é como você ter uma coceira muito forte em alguma parte do corpo e você coçar o alívio gerado é o mesmo que o paciente sente quando ele coloca o cotonete no ouvido. Além disso, as pessoas que tem esse hábito acabam ficando, muitas vezes, com o conduto do ouvido muito ressecado. E esse ressecamento, às vezes, leva a descamação que por sua vez aumenta a coceira. Então transforma isso num ciclo vicioso”, esclareceu.

Por outro lado, ela expõe que alguns indivíduos tem predisposição no acúmulo da cera de ouvido e, com isso, mostra a importância de um profissional da área para realização de uma limpeza adequada. “A pessoa que tem essa tendência acumular muita cera no conduto elas devem procurar o especialista pra fazer essa limpeza periódica essa periodicidade e a forma como vai ser feita essa limpeza vai ser indicada pelo especialista e dependendo da quantidade você pode ter desde uma pequena perda auditiva até mesmo pode provocar quadros de otites, que são os quadros de inflamação desse conduto auditivo externo”, contou.

COMO PARAR O HÁBITO DE LIMPAR O OUVIDO

Erika enfatiza que é necessário ter muita determinação para deixar de lado esse costume que pode ser facilitado com as orientações de um médico otorrinolaringologista. “O paciente precisa, acima de tudo, de muita força de vontade, mas claro que, a gente auxilia isso no consultório com algumas orientações e até mesmo com o uso de algumas medicações antipruriginosas que são medicações que diminuem essa coceira e que também possam promover uma hidratação desse conduto. Se o paciente seguir tudo certinho, normalmente ele consegue sim se livrar desse mal hábito. É só ele seguir as orientações adequadas do otorrinolaringologista”, concluiu.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio

Anúncio

INSTITUCIONAL

O Front Saúde

Bem-vindo à Revista Digital Front Saúde! Aqui você encontra as melhores notícias na área da saúde.

E se você soubesse de algo que pudesse salvar a vida de alguém que você ama?