Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Somente no primeiro semestre de 2021 a demanda por gestores e outros cargos executivos na área da saúde, como efeito do combate à pandemia. O aumento foi de 220% segundo dados de uma consultoria em recrutamento especializada. A explicação está no aumento do número de leitos nos hospitais, que demanda não apenas pessoal que atua na linha de frente, mas também gestores que garantam o abastecimento de medicamentos, equipamentos entre outras questões administrativas.

Paralelamente a esse crescimento nos hospitais, houve o surgimento de muitas startups com soluções em tecnologia para a área e isso faz com que a busca por profissionais qualificados seja cada vez maior.

Entre os cargos que estão em alta:

Gerente de Marketing (Medical Devices), profissional responsável pelo planejamento e execução das estratégias comerciais, precificação e produção de portfolios, assim como coordenação de setores de venda. Esse profissional, além de atuar internamente, também deve coletar dados dos clientes (pacientes) e informações da concorrência para produzir um plano de marketing assertivo. A média salarial é de R$20 a R$30 mil reais.

Diretor Comercial (Medical Devices), é quem organiza a estrutura de vendas da empresa em busca de soluções para fidelizar clientes. Coordena equipes de execução do plano comercial, áreas de suporte ao cliente, pós-venda, lidar com distribuidores e fornecedores. Durante a pandemia, houve um aumento significativo por dispositivos médicos, equipamentos e a tendência é de que esse quadro continue em alta. Os salários podem chegar a R$40 mil.

Gerente de Produtos (Helthcare), gerenciamento de projetos e interface com o cliente. Cuida do portfolio da empresa, desenvolve planos de ações (business e marketing) e deve se alinhar às tendências mercadológicas. Salário de R$10 a R$25 mil.

CEO Hospitalar, lidera iniciativas de desenvolvimento estratégico; faz gestão das operações prezando pela excelência operacional em conformidade com as leis; responde pelo P&L da organização como foco em resultados positivos. Com a consolidação e profissionalização do setor, os hospitais buscam profissionais altamente qualificados e experientes para garantir o sucesso das operações. Os salários oscilam entre R$40 e R$60 mil.

Gerente de Saúde, é responsável pelo relacionamento da empresa com o cliente, focando a retenção ou fidelização; esse profissional não apenas analisa o mercado interno mas também o externo, antecipando as tendências e soluções que possam gerar maior lucratividade. A média salarial fica entre R$13 e R$18 mil.

Gestor de Saúde (Médico), trabalham em ações preventivas (primária, secundária e terciária ou quaternária) para buscar soluções em redução de custos, maior controle de dados do paciente e prevenção de doenças. Os salários giram em torno de R$30 a R$40 mil.

Médico da família, profissional que atua em comunidades. Esse tipo de profissional atua em medicina com especificidades, com planejamento e regularidade no atendimento familiar do paciente; para isso precisa ter um olhar sobre o tratamento personalizado como para a saúde preventiva, dando atenção maior à saúde primária, uma das área de maior crescimento no setor privado. Média salarial: R$25 a R$30 mil

Fonte: Exame

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio