Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Nesta quinta ( 27) e sexta-feira (28), começa em Belém, capital paraense, a vacinação de pessoas com deficiências permanentes, nascidas de 1982 a 2003 (1ª chamada). Também serão imunizadas àquelas com deficiências permanentes, nascidas de 1962 a 1981 (2ª chamada), gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias pós-parto), pessoas a partir de 18 anos de idade, independente de comorbidade (3ª chamada).

As vacinas estão disponíveis em 15 postos de vacinação. Como se trata de aplicação do imunizante da Pfizer não haverá o sistema drive-thru, por causa das especificidades da vacina. O horário de atendimento será de 9h às 17h. A expectativa é vacinar entre seis e sete mil pessoas até amanhã (28/05).

Documentos Necessários

  1. Pessoas com deficiências permanentes nascidas de 1962 a 2003: levar uma cópia do laudo médico que indique a deficiência; cartões de gratuidade no transporte público que indiquem condição de deficiência; carteira APPD;comprovante do BPC; documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência; documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que indique se tratar de pessoa com deficiência e que será retido no ponto de vacinação.
  2. Gestantes e puérperas: Levar uma cópia de exame, laudo, atestado ou receita médica que comprove a gestação ou puerpério e que será retido no ponto de vacinação.

No sábado,29, começa a vacinação dos professores. Nesta nova etapa, conforme foi publicado nas redes sociais do prefeito Edmilson Rodrigues, educadores de ensino infantil e especial serão prioridade no cronograma.

Critérios de inclusão das pessoas com deficiência permanente:

  1. Ter nascido de 1962 a 2003;
  2. A Sesma entende que as pessoas portadoras de deficiências não aparentes não podem ser distinguidas desse grupo prioritário e, desde que apresentem algum comprovante de condição como os descritos acima, estarão incluídas no grupo prioritário e devem ser vacinadas;
  3. Pessoas que apresentem limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas;
  4. Pessoas com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir (se utiliza aparelho auditivo esta avaliação deverá ser feita em uso do aparelho);
  5. Pessoas com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar (se utiliza óculos ou lentes de contato, esta avaliação deverá ser feita com o uso dos óculos ou lente);
  6. Pessoas com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc.).

Ananindeua

Ananindeua segue também seu cronograma da vacinação. Nesta quinta das 8h às 16h, será a vez da categoria dos rodoviários receberem o imunizante.

A vacinação acontecerá na Paróquia São Lucas Evangelista, no conjunto Guajará I.

Conforme um
Vídeo publicado nas redes sociais do prefeito de Ananindeua Dr Daniel, em breve Ananindeua será o primeiro município paraense a vacinar pessoas com 53 anos de idade e sem comorbidades.

Vacinas

Na tarde de ontem (26), mais um lote com 214.890 vacinas desembarcou na capital paraense. Ao todo, foram enviadas pelo Ministério da Saúde 19.890 doses da Pfizer/BionTech, 25º lote, e 195 mil doses da Oxford/AstraZeneca, 26º lote. Até o momento, o Pará já recebeu do Ministério da Saúde 3.111.640 de doses, sendo 1.239.440 da CoronaVac, 1.778.600 da Oxford/AstraZeneca e 93.600 da Pfizer.

As novas doses devem encaminhadas às Secretarias Municipais de Saúde e devem começar a ser aplicadas segundo calendário vacinal de cada município.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio