Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Um novo medicamento, com uma combinação inédita, está aprovado no país para o tratar pessoas com HIV. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) autorizou o registro de Dovato, um medicamento de regime completo composto por duas medicações em dose única diária. O único comprimido pode ser utilizado em adultos e adolescentes acima de 12 anos de idade, com peso mínimo de 40 kg em tratamento.

Desenvolvido pela GSK/ViiV Healthcare, Dovato reduz a quantidade de antirretrovirais usados pelos pacientes por possuir apenas duas medicações, enquanto ainda mantém a eficácia e a alta barreira à resistência de regimes tradicionais com mais medicamentos.

“Hoje, muitos tratamentos para o HIV de um único comprimido têm pelo menos 3 medicamentos diferentes combinados. Já o Dovato fornece resultados expressivos com apenas dois medicamentos em um comprimido, demonstrando através de estudos, ser igualmente tão eficaz quanto tratamentos para o HIV com 3 ou 4 medicamentos. Isso significa: manutenção da eficácia, com menor utilização de medicamentos e menor potencial de toxicidade”, explica o médico Rafael Maciel, gerente da GSK/ViiV Healthcare.

Dovato é um medicamento completo, de dose única diária, podendo ser tomado até mesmo em jejum, para o tratamento de HIV em adultos e adolescentes acima de 12 anos de idade, com peso mínimo de 40 kg, sem histórico de resistência ao Dolutegravir ou à Lamivudina. É composto por duas moléculas. O Dolutegravir 50 mg atua ao impedir que o DNA viral se integre ao material genético das células humanas. A Lamivudina 300 mg age interferindo na conversão do RNA viral em DNA, impedindo assim a multiplicação do vírus.

Fonte: Agência Aids

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio