Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

A Secretaria de Saúde do município de Itacoatiara (AM) registrou um total de 19 casos da síndrome de rabdomiólise, também conhecida como “doença da urina preta”.

Entre os pacientes, 15 são adultos e quatro são crianças. Sete deles continuam internados no município, e um em Manaus.

Durante encontro com as equipes da Fundação e Vigilância em Saúde (FVS-AM) e da Fundação de Medicina Tropical (FMT), foi informado que, segundo pacientes, os peixes consumidos foram pirarucu, pirapitinga, pacu e tambaqui, que foram retirados em regiões do rio Arari, de Nova Olinda do Norte, feiras do Santo Antônio e Juari.

A investigação apontou características em comum nos casos: a identificação deles em núcleos familiares, consumo prévio de peixes e casos com quadro agudo.

A secretária de Saúde de Itacoatiara, Rogéria Aranha, informou que a investigação epidemiológica observou que os pacientes consumiram peixes antes de apresentarem os sintomas, mas ainda não é possível apontar que o alimento estava contaminado.

De acordo com ela, serão abertas linhas de pesquisa junto com os estudiosos pra tentar identificar a causa da infecção.

Fonte: G1

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio