Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

A obesidade é um problema que atinge cães e gatos. Tutores que aumentam a ingestão de alimentos e não estimulam a movimentação podem gerar problemas para a saúde dos pets.

Segundo a Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária (ABEV), uma pesquisa realizada em São Paulo revelou que certa de 17% dos cães eram obesos. Um outro estudo mostra que nos Estados Unidos, revela que 63% dos cães e 67% dos gatos domésticos estão acima do peso; destes, 18% dos cães e 28% dos gatos são obesos.

A obesidade compromete o tempo e a qualidade de vida dos pets. Segundo a ABEV, animais obesos apresentam sérios riscos para várias doenças e distúrbios. Atualmente, sabe-se que a condição de obesidade é caracterizada por um estado inflamatório de baixa intensidade, crônico e sistêmico, condição está relacionada principalmente à atuação das adipocinas, que são produzidas em maiores concentrações quando do excesso de tecido adiposo.

Diagnóstico

Se o seu animal apresentar um abdômen saliente a partir da última costela, com depósitos de gordura evidentes, e que possuem de difícil palpação, saiba que ele é considerado obesos, de acordo com as orientações da ABEV. Cães e gatos devem ter as costelas facilmente palpáveis e quando vistos por cima, devem apresentar forma de ampulheta

*Com informações da Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária (ABEV)

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio