Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

O ômega 3 é um óleo que se tornou popularmente conhecido por ser encontrado no peixe, mas que também pode ser achado na composição de outros alimentos. Além dos inúmeros benefícios, atua na prevenção de doenças do coração. O uso do óleo deve ser usado de acordo com a necessidade nutricional de cada pessoa e sob orientação de um profissional.  

A nutricionista Ninivi Oliveira aponta sobre a atuação do óleo no controle do colesterol e na prevenção de doenças. “O ômega 3 costuma reduzir a inflamação, exerce impacto positivo sobre a doença cardíaca, ajuda a aumentar o HDL colesterol (bom) e reduzir o LDL colesterol (ruim)”, afirma. 

Para usar esse nutriente corretamente é necessário consultar um especialista. “A recomendação vai depender de diversos critérios, como: idade, gênero e condição de saúde. E sempre levando em consideração as necessidades nutricionais individualizadas. Um indivíduo saudável deve ingerir de 2g a 4g diárias de ômega 3”, explica Ninivi.  

As principais fontes de ômega 3 estão em peixes, linhaça, óleo de canola e nozes. Algumas pessoas não podem fazer o uso dessa fonte. “Pessoas que usam anticoagulantes ou que tenham algum distúrbio de coagulação”, destaca a especialista.  

A nutricionista conta que não há contra indicações, mas algumas pessoas devem ter mais atenção quanto ao consumo, além da importância de uma avaliação de um especialista que faça uma avaliação para o uso adequado do óleo. “Alguns grupos de pessoas precisam ter mais cuidado com o uso como pessoas com problemas de coagulação, portadores de hemofilia. Gestantes e lactante devem ser avaliados individualmente. Nesses grupos de pessoas, o uso da suplementação deve acontecer sob orientação de um médico ou nutricionista”, finaliza. 

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio