Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Durante uma live transmitida pelas redes sociais oficiais do Governo do Pará, realizada nesta quarta-feira (15), o governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou mudanças nas estratégias de combate à covid-19. Dentre elas, a desativação do Hospital de Campanha de Belém.

O pronunciamento apresentou dados sobre a vacinação no Estado. Até o momento, 6.983.575 pessoas já receberam a vacina, representando a cobertura de 50,57% da primeira dose, e 31,05% de cobertura da segunda dose. O governador também anunciou que as taxas de ocupação de leitos estão em queda referente aos  leitos adultos nos hospitais do Pará,  sendo apresentadas 28% dos leitos de UTI ocupados e 23,6% clínicos, com base nos dados da Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa).

Com base nos dados, não serão mais encaminhados pacientes para o Hospital de Campanha, que será substituídos pelo Hospital Santa Terezinha, localizado na Avenida Magalhães Barata, nº 277, com 120 leitos para atendimento exclusivo de covid-19, divididos em 60 clínicos e 60 de UTI.

“A partir de agora nós não estamos mais encaminhando os pacientes ao Hangar. Nós passaremos a encaminhar os pacientes para uma nova estrutura que será o centro especializado em covid, em Belém, no particular Hospital Santa Terezinha. Enquanto que, os pacientes que ainda estão no Hangar, gradativamente ao receberem alta, estaremos em um processo gradativo de esvaziamento dos leitos que ainda estão ocupados para que em uma previsão de 15 dias a um mês nós possamos fechar definitivamente a operação no Hangar, no Hospital de Campanha”, anunciou o governador.

Segundo dados referente ao mês de setembro de 2021, 4.914 vidas foram salvas. A queda foi registrada entre os meses comparativos de abril de 2020 e setembro de 2021. Dos 420 leitos em abril, 260 eram clínicas e 160 de UTI. Já em setembro, dos 160 leitos, 80 foram clínicos e 80 de UTI. “Portanto, o que demonstra claramente uma diminuição na procura por leitos no nosso principal hospital específico para covid e o que nos permite iniciar um planejamento de mudança de perfil de atendimento”, declarou Helder Barbalho. 

A entrega de centros especializados em covid-19 já foram adotadas em Bragança, na região Nordeste e Parauapebas, no sudeste paraense. Nos próximos dias, as mesorregiões do estado também ganharão uma nova estrutura definitiva de oferta para o tratamento do novo coronavírus, de acordo o governo. “Nós continuaremos com a vacinação, mas temos que ter a clareza de que o convívio com a doença deve ser um cenário que estejamos preparados para aqueles que precisarem de atendimento clínico ou de um atendimento intensivo”, explicou Helder.

O Secretário de Estado e Saúde Pública Rômulo Rodovalho reforçou o comunicando de que o Hospital de Campanha do Hangar deve ser desativado nos próximos dias. “Mas ao mesmo tempo não vamos ter a irresponsabilidade de deixar as pessoas sem assistência em saúde. Estamos anunciando a abertura de um centro especializado de atendimento para a covid em Belém e Região Metropolitana e com um número de leitos próximos ao que nós temos instalado no Hangar”, reafirmou o secretário.

Confira o pronunciamento completo:

Foto: Agência Pará

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio