Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Você sabia que o rock faz bem para o seu coração? De acordo com um estudo feito pela Universidade de Nis, na Sérvia, ouvir seu estilo musical favorito estimula a liberação de endorfina. Isso melhora a sua saúde vascular, aumentando o fluxo sanguíneo em até 26%. Um bom aparelho circulatório significa pressão arterial reduzida, diminuindo a possibilidade de problemas cardíacos.

Nessa mesma pesquisa, pacientes com problemas cardiovasculares foram divididos em 3 grupos: o primeiro grupo fez aulas de ginástica por 3 semanas, o segundo grupo teve aulas de ginástica e ouviu suas músicas preferidas por 30 minutos todos os dias e o terceiro grupo apenas ouviu música. Aqueles que combinaram exercício e música tiveram uma melhora física em 39% comparada com o outro grupo que somente praticou exercícios (29%) e o grupo que apenas ouviu música (19%).

A musicoterapia é um método não farmacológico, resgata boas lembranças, é um instrumento de distração e tem servido como ferramenta para melhorar em diversos aspectos a nossa vida.  Incluir essa arte na rotina diária, fomenta o progresso cognitivo, a atenção, a memória, a destreza motora e cria unidade entre linguagem, música e movimento.

Nas crianças, a música também exerce grande influência em seu desenvolvimento e funcionamento cerebral, sendo entendida pelo cérebro como uma forma de linguagem, pois envolve diferentes entonações, ritmos, andamentos e contornos melódicos utilizados para a comunicação e expressão.

No dia 13 de julho é comemorado o Dia Mundial do Rock. Confira outros benefícios que o estilo musical pode trazer para sua vida

Rock para malhar

Muitos de nós gostamos de ouvir música quando vamos na academia ou praticamos esportes ao ar livre. Uma pesquisa apontou que ciclistas pedalam mais quando ouvem rock. Escutar as suas músicas preferidas também funciona como distração, tirando o foco do desgaste físico naquele momento e ajudando você a permanecer por mais tempo no esforço máximo.

Controla o estresse

A natureza bate-cabeça do rock pode até fazer com que algumas pessoas pensem que o estilo promove o estresse ao invés de relaxar, mas um estudo australiano comprovou a influência positiva do gênero. A Universidade de Queensland em Brisbane constatou que o rock “ajuda a processar a raiva”, deixando os ouvintes mais ativos e energizados.

Estimulante cerebral

Vários estudos — incluindo um realizado em 2006 e publicado no Journal of Psychology — sugere uma relação em que aprender um instrumento musical aumenta o QI. Mais estudos recentes focados em adolescentes também demonstraram a melhora no aprendizado de idiomas e constataram benefícios no raciocínio verbal, memória, alfabetização e coordenação motora.

Rock Terapia

O rock nos envolve emocionalmente e isso acaba tirando a nossa atenção da dor. Um ensaio realizado em 2012 demonstrou que pacientes com dor crônica se beneficiaram de duas sessões diárias de musicoterapia. Além disso, a música também é eficaz em reduzir a necessidade do uso de analgésicos pós-cirúrgicos.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio