Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Ansiedade, depressão e dificuldade para se relacionar são algumas consequências causadas pela violência em mulheres. Na maioria dos casos, além da saúde física, a saúde emocional também pode ficar prejudicada. A violência psicológica contra a mulher é considerada crime no Brasil.  

A violência pode causar uma série de prejuízos à saúde da mulher, explica a psicóloga clínica Silvia Vasconcelos. “Os impactos da violência na mulher geram traumas e esses traumas podem gerar dificuldades nas relações como dificuldades de interagir com figuras no campo amoroso, dificuldade de confiabilidade, também pode ter uma questão corporal, dificuldade na relação sexual e inibição. Então, existem vários traumas relacionados no quesito do impacto da violência psicológica que vai bater na autoestima e na dificuldade da mulher de ver a sua imagem”, pontua.  

Quando uma mulher é agredida ela pode despertar problemas psicológicos que são capazes de se transformar em ansiedade e depressão. Silvia relata os principais relatos de mulheres que passam por esse processo. “Uma das grandes queixas que observo com relação a esse problema da violência na mulher é a ansiedade, depressão, humor abatido, dificuldade de se relacionar e se conectar com pessoas, dificuldade de confiar, dificuldade de se entregar para se relacionar. Então, um dos fatores que pode se potencializar com quadro de ansiedade e depressão são nessas questões em que a mulher não tem força para trabalhar, força para se relacionar, força para networking, força para viver e cada vez mais esse mundo vai ficando meio cinza e vai fazendo com que ela não crie redes de conexões e que vai gerar um impacto significativo na sua vida pessoal e social”, afirma. 

O processo psicoterápico influência na recuperação da saúde mental de mulheres que foram agredidas. A especialista enfatiza a importância do acompanhamento psicológico nesses casos como forma de criar novos caminhos para a mulher que sofreu violência. “O atendimento psicológico é de fundamental importância porque uma vez que se passa por um trauma psicológico, acontece que o trauma não se apaga, ele fica ali como se fosse uma timeline, que está na linha do tempo, porém, essa linha do tempo não tem como apagar, então o que fazer diante dessa linha do tempo? É olhar para a situação e criar ferramentas para passar por cima dessa situação para criar um novo significado com novas formas para conseguir caminhar. Não é possível mudar o passado, mas sim mudar a forma de se relacionar e viver esse presente pro futuro, então investir no processo psicoterápico, criar ferramentas de combate, de gerenciamento emocional mediante a essa marca é fundamental”, finaliza.  

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio