Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

A retenção de líquido está relacionada ao acúmulo anormal de líquidos no organismo. Segundo o Ministério da Saúde, a ingestão de alimentos ultraprocessados como salsicha, presunto, temperos prontos, biscoitos, sorvetes, balas, macarrão instantâneo e salgadinho de pacote, ingestão de pouca água e consumir álcool contribuem para o problema, mas doenças também podem indicar essa causa.  

A cardiologista Aline Guimarães explica quais as principais causas que contribuem para o surgimento da retenção de líquido no organismo. “Pode surgir devido a alterações hormonais como na TPM ou gravidez, consumo excessivo de sal, baixa ingestão de líquidos, ficar parado muito tempo na mesma posição ou falta de atividade física regular e ainda efeitos colaterais de medicações”, afirma.   

A especialista revela que existem doenças que se manifestam com a retenção de líquido como, por exemplo, a insuficiência cardíaca, insuficiência renal, tireoidopatias e cirrose hepática. Os principais sintomas são inchaço nas pernas, mãos ou abdômen.  

Por fim, a médica ressalta as principais orientações para combater a retenção de líquidos sob orientação de um especialista. “O uso de diuréticos, o tratamento adequado das doenças, a prática de atividade física, cuidados com a alimentação como evitar o sal, ingerir bastante água, evitar enlatados embutidos, consumir alimentos diuréticos, ingerir alimentos ricos em água, fazer drenagem linfática podem ajudar”, conclui.  

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio