Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

O que você faz com medicamentos que vencidos? Se a primeira coisa que pensou foi jogar no lixo, saiba que você está fazendo descarte incorreto de remédios.  Os medicamentos podem causar danos para outras pessoas, gerar reações adversas e até contaminar água, solo e animais.

Segundo dados do Conselho Regional de Farmácia (CRF-PA), a cada 1kg de medicamento descartado de maneira incorreta, 450.000 litros de água são contaminados. “Belém e outros municípios do estado já possuem lei municipal que obriga as farmácias a receberem a medicamentos em desuso ou fora da validade por parte da população. Assim, hoje cada farmácia de Belém possui um descartômetro, local adequado para a população despejar esse medicamento”, informou o presidente do Conselho Federal de Farmácia, Walter Jorge João.

Os medicamentos despejados em lixões ou aterros comuns podem poluir o solo, o lençol freático e a atmosfera, de acordo com o presidente. “Em despejo pelo vaso sanitário, ainda que com tratamento de esgoto, os resíduos desses medicamentos são lançados nos rios. Sendo o profissional que mais entende de medicamento, estando presente desde sua formulação até a sua dispensação, o farmacêutico é a pessoa mais apropriada para desempenhar esse papel educativo na população, até porque se encontra nos lugares de acesso ao medicamento”, afirmou.

“Descarte aqui”Para facilitar o acesso a esses estabelecimentos, foi lançado o site http://descarteaqui.cff.org.br/ , que faz parte da campanha “Descarte Aqui – A Destinação Correta Do Medicamento Também é sua Responsabilidade”. A campanha tem como objetivo principal ser o canal de comunicação e interligação entre quem coleta medicamentos vencidos, sobras ou em desuso, como farmácias, indústrias e órgãos públicos, e quem precisa descartar corretamente, como o cidadão comum.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio