Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

Conhecido popularmente como terçol, o hordéolo é uma obstrução de uma glândula próxima dos cílios, que geram a secreção de gordura, causando acúmulo dessa secreção e a proliferação bacteriana. A infecção pode causar dor, vermelhidão e calor no local. Segundo especialistas, pode ocorrer em qualquer faixa etária, porém os casos são mais comuns entre adolescente por conta das alterações hormonais. 

Segundo o médico oftalmologista Lauro Barata, não existe uma prevenção absoluta para o problema. “Uma das alternativas é cuidar da oleosidade da pele, tomar sempre complexos vitamínicos, para o aumento da imunidade e até mesmo para que não seja um fator associativo para um aumento para furúnculos, abscessos e o próprio terçol”, afirmou.

Quando não curado adequadamente, o terçol pode ser tornar crônico, segundo o especialista. “Nesses casos, há a formação do calázio, que nada mais é do terçol com todo aquele processo inflamatório, mas com a formação de um cisto com gordura dentro, que muitas vezes conseguimos tratar clinicamente. Caso contrário, trata-se de casos cirúrgicos”, destacou.  

Os casos mais grave são raros de acontecer, garante o oftalmologista. “Pode evoluir caso a bactéria entre na flora  cutânea e até mesmo levando a formação de celulite, que é a inflamação da gordura localizada embaixo das pálpebras, seja uma celulite mais leve ou mais grave. O tratamento é feito com pomadas com anti-inflamatório , compressas de água morna fazendo com que haja regressão entre 10 a 15 dias”, concluiu.

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio

Anúncio

INSTITUCIONAL

O Front Saúde

Bem-vindo à Revista Digital Front Saúde! Aqui você encontra as melhores notícias na área da saúde.

E se você soubesse de algo que pudesse salvar a vida de alguém que você ama?