Redes Sociais
Publicidade

Publicado

no

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária confirmou na última quinta-feira (13), mais um caso de Candida auris. Esse fungo é considerado uma “séria ameaça” pela agência. O caso foi confirmado em um paciente internado em um hospital em Pernambuco.

Até o momento, são dois 2 casos confirmados de Candida auris. O fungo foi detectado em um homem com 38 anos, e em uma mulher, com 70 anos. Contudo, a Anvisa já considera que o país está vivendo um surto desse fungo.

“Pode-se considerar que há um surto de Candida auris porque a definição epidemiológica de surto abrange não apenas uma grande quantidade de casos de doenças contagiosas ou de ordem sanitária, mas também o surgimento de um microrganismo novo na epidemiologia de um país”, afirma a Anvisa, por meio de nota.

Segundo a Agência, é o 3º surto do fungo no Brasil. O 1º surto aconteceu em dezembro de 2020, com um registro de 15 casos e 2 óbitos. Após um ano, em dezembro de 2021, ocorreu o 2° surto. Os dois surtos foram em Salvador.

A Anvisa explica que o Candida auris apresenta resistência aos comuns medicamentos usados para tratar outros fungos do gênero, e alerta que a infecção pelo fungo pode ser letal, principalmente em pacientes imunodeprimidos ou com comorbidades.

“[O fungo tem] propensão em causar surtos em decorrência da dificuldade de identificação oportuna pelos métodos laboratoriais rotineiros e de sua difícil eliminação do ambiente contaminado”, destacou a Anvisa.

Fonte: Poder 360°

Foto: Centers For Disease Control and Prevention (CDC)

Publicidade
Continuar Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Anúncio

Anúncio

Anúncio

INSTITUCIONAL

O Front Saúde

Bem-vindo à Revista Digital Front Saúde! Aqui você encontra as melhores notícias na área da saúde.

E se você soubesse de algo que pudesse salvar a vida de alguém que você ama?